Bruno Susano – Campeão Europeu de KickBoxing (K1) em 2014

Tendo chegado ao Sporting Clube de Portugal no início da época de 2014/15, Bruno Susano preparou-se para realizar o seu primeiro grande combate com as cores leoninas, a 20 de Dezembro de 2014 em Zonnehuis, Amesterdão, Holanda.

O que estava planeado era um combate sem títulos em disputa e onde Bruno Susano poderia dar-se a mostrar como lutador consagrado, quatro vezes Campeão Europeu e detentor do título de Campeão do Mundo – 95Kg pela ISKA, para isso a preparação foi a normal com treinos bidiários repartidos por um período de três a quatro horas por dia.

No entanto a organização do evento tinha reservado uma surpresa, o combate iria ser contra Marcelo Addrianz pela disputa do título de Campeão Europeu. Ora nestas circunstâncias além dos treinos regulares é habitual um período prévio e especifico de preparação física e psicológica, mas Bruno Susano consciente das suas capacidades, não se deixou levar pelos “jogos psicológicos” dos holandeses.

A partir daí o lutador do Sporting, concentrou-se na conquista do seu quinto título europeu, sabendo que como é seu timbre, tinha treinado para dar o seu melhor fosse em que combate fosse e assim, encarou o desafio apenas com uma vontade, vencer.

Durante o combate, muito bem disputado, ficou evidente que o lutador leonino até poderia ter vencido por KO, mas a vitória sobre acabou por ser aos pontos no final dos três assaltos de três minutos, e Bruno Susano era o novo Campeão Europeu K1 Profissionais na categoria de -100kg.

Quanto ao objectivo que tinha levado Bruno Susano até terras holandesas, dar a conhecer as suas capacidades e a sua enorme classe enquanto lutador, foi plenamente atingido e até superado, já que o atleta leonino passou a contar com o apoio de Mike Passenier, um dos melhores treinadores de kickboxing do Mundo e dono do ginásio onde Bruno Susano se preparará para próximos e exigentes desafios.

 

Fonte: Wiki Sporting

Notícias relacionadas
Bruno Susano passa a representar a BB Team Promotions
Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *